EQUILIBRIUM PROTOCOLO PREVENTIVO COVID

Por: Gil Akel

Prevenção é um conjunto de atividades e medidas que, feitas com antecipação, busca evitar um dano ou mal, é chegar antes, evitar que aconteça, devemos compreender que prevenir é antecipar-se a um evento, ou mesmo evitá-lo. Prevenção em saúde pública é a ação, tendo por objetivo interceptar ou anular a evolução de uma doença.

A prevenção de enfermidades tem como objetivo a redução do risco de se adquirir uma doença específica por reduzir a probabilidade de que uma doença ou desordem venha a afetar um indivíduo (CZERESNIA, 2003).

A prevenção primária inclui ações voltadas a impedir a ocorrência das doenças antes que elas se desenvolvam no organismo dos pacientes.

Neste protocolo preventivo mostraremos as experiências cientificamente comprovadas e também o que vamos chamar de “experiencias cientificamente popular”(empírica), todas com a intermediação Equilibrium.

A primeira ação que devemos fazer e conhecer um pouco mais nosso oponente.

Nosso oponente e forte muito forte, entra no ringue como favorito,emite seus golpes com precisão,muita velocidade, e na maioria das vezes de surpresa, então é melhor respeitar e levar a sério, pois é muito fácil para ele te nocautear.(impor ao adversário derrota tão avassaladora que o deixa fora de combate ou de ação).

COVID

A COVID afeta diferentes pessoas de diferentes maneiras. A maioria das pessoas infectadas apresentará sintomas leves a moderados da doença e não precisarão ser hospitalizadas.

Sintomas mais comuns: febre, tosse seca, cansaço

Sintomas menos comuns: dores e desconfortos, dor de garganta,diarreia, conjuntivite, dor de cabeça,perda de paladar ou olfato,erupção cutânea na pele ou descoloração dos dedos das mãos ou dos pés

Sintomas graves: dificuldade de respirar ou falta de ar, dor ou pressão no peito, perda de fala ou movimento

Procure atendimento médico imediato se tiver sintomas graves. Sempre ligue antes de ir ao médico ou posto de saúde, clínicas ou hospitais.

Pessoas saudáveis que apresentarem os sintomas leves devem acompanhar seus sintomas em casa.

Em média, os sintomas aparecem após 5 ou 6 dias depois de ser infectado com o vírus. Porém, isso pode levar até 14 dias.

A nova variante da covid se adaptou e mudou, hoje atingindo mais jovens e tendo um grau de transmissão e letalidade maior. Os sintomas descritos acima ainda permanecem em alguns casos, no entanto na maioria atualmente apresentam, dor de garganta, espirros e dor de cabeça, sintomas comuns e que podem não serem relacionados com a contaminação, então evoluem para problemas no figado que outra vez podem ser confundido com hepatite, enfraquecendo o organismo, e então chegando ao pulmão.

*Existem Cidades no Brasil e no mundo que adotaram medidas preventivas a população mesmo com sintomas leves ou suspeita, atendendo em postos exclusivos e distribuindo a medicação apropriada a cada caso, com resultados excelentes e com poucas internações. O que nos faz repensar a orientação anterior de que em caso de suspeita “fique em casa” e procure a orientação medica em casos de sintomas graves.

A Palavra Chave é Imunidade

Nosso organismo é composto de matéria e energia portanto, excesso de trabalho, comida, bebida e os vícios como o fumo e açúcar, além do não entendimento daquilo que seja a natureza do organismo e o respeito que eles precisam ter, geram o desequilíbrio como um todo, provocando desarmonia e isto gera doença. Os estados de insônia e agitação, ansiedade, nervosismo, fome compulsiva, timidez, depressão, apatia, sonolência , insegurança e medo, são exemplos de problemas da vida moderna.

Vacina e Remédio

Apesar de Especialistas discutirem até hoje a eficácia mínima que uma vacina para a Covid deve ter, questões de segurança, particularidades, entre outras, os países que estão avançando com a vacinação estão apresentando resultados positivos. A duvida é se a vacina atual imuniza para a nova variante ou se vamos ter outra, e se as autoridades e a economia mundial ainda terá folego para tudo.

Vários remédios estão sendo utilizados com excelentes resultados em varias partes do mundo e no Brasil, inclusive para a variante que já é realidade em toda parte, precisando de mais testes para sua aprovação.

Vivemos um novo e dramático momento da pandemia, em Belo Horizonte, nova cepa detectada por cientistas da UFMG tem combinação de 18 mutações nunca antes descritas. Entre essas mutações estão algumas compartilhadas com as variantes brasileiras P1 (originada em Manaus) e P2 (Rio de Janeiro), com a sul-africana B.1.1.351 e a britânica B.1.1.7., todas associadas a uma maior transmissão da pandemia. A nova variante, que pode vir a ser chamada de P4 ,a P3 foi detectada nas Filipinas.Nos próximos meses veremos como variantes altamente transmissíveis vão conviver. Num país sem medidas de controle efetivas como o nosso, as perspectivas assustam.

A AIDS foi reconhecida pela primeira vez em 1981, pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos. Uma das características do HIV é sua alta taxa de adaptação, podendo alterar seus componentes e tornar-se irreconhecível. Ou seja não tinha como combater, 40 anos se passaram e recentemente o Scripps Research Institute, nos Estados Unidos, anunciaram os resultados da fase 1 de um estudo que testou um novo tipo de vacina contra o HIV. E os dados animaram: o imunizante estimulou a produção de anticorpos especialmente potentes em 97% dos participantes. Durante todo esse tempo outras vacinas contra o vírus do HIV foram testadas com pouca eficiência. Se esta sendo possível tratar um vírus tão complicado como o HIV, toda essa experiencia vai ajudar em uma rápida solução também para Covid.

A empresa norte-americana Regeneron Pharmaceuticals divulgou nesta segunda-feira dia 12/04/21, os resultados da fase 3 de um coquetel para reduzir as possibilidade de contrair a Covid-19, desenvolvido em parceria com a suíça Roche. O Coquetel contra Covid reduz 81% de casos sintomáticos em contactantes. Estudo utiliza uma combinação de medicamentos para evitar casos sintomáticos entre contactantes que moram na mesma residência que pessoas diagnosticadas.

Segundo o laboratório, uma dose da combinação (chamada Regen-Cov) administrada por injeção subcutânea pode reduzir em 81% o risco de a pessoa desenvolver um caso sintomático da Covid-19. Esses dados sugerem que o Regen-Cov pode complementar estratégias de vacinação, particularmente para aqueles com alto risco de infecção. É importante ressaltar que, até o momento, Regen-Cov demonstrou in vitro reter sua potência contra variantes emergentes de preocupação (as “variants of concern”, como as identificadas inicialmente em Manaus e no Reino Unido, por exemplo). Se autorizada, a administração subcutânea conveniente de Regen-Cov pode ajudar a controlar surtos em ambientes de alto risco, nos quais os indivíduos ainda não foram vacinados, incluindo famílias e ambientes de vida em grupo.

O estudo foi feito com uma amostra de 1.505 pessoas não infectadas pelo novo coronavírus, que não tinham anticorpos para a doença e viviam na mesma residência que alguém que teve Covid-19 nos quatro dias anteriores. Realizado em conjunto com o Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas (NIAID na sigla em inglês), foi duplo-cego, com administração de placebo para parte dos envolvidos. O coquetel está liberado para uso em caráter emergencial nos Estados Unidos desde novembro passado para pacientes com ao menos 12 anos e 40 quilos, tendo sido utilizado no tratamento do então presidente Donald Trump. Segundo a fabricante, ensaios clínicos em diferentes ambientes continuarão, incluindo um voltado a pacientes hospitalizados, feito no Reino Unido.

Todo profissional de saúde esta se esforçando mais que o máximo para resolver a situação, lembrando que quem esta cuidando também se contamina.

Leia mais em Veja Saúde:

Helioterapia

O tratamento solar chama-se “Helioterapia” e baseia-se na ação benéfica dos raios solares em quantidades terapêuticas. Povos antigos, como egípcios, gregos, romanos e incas, já conheciam e utilizavam-se dos benefícios proporcionados pelas radiações solares.A energia proveniente da luz solar é essencial à vida de todos os seres da Terra. A luz solar é a principal forma de obter o nutriente da vitamina/Hormônio D3 , fundamental para a saúde do sistema imunológico. 

A quantidade necessária de sol por dia varia por uma série de fatores como idade, peso, região onde mora, cor da pele e estado de saúde. A recomendação para adultos saudáveis é tomar sol durante 10 a 15 minutos por dia, ou pelo menos 4 dias por semana para quem tem pele branca e até meia hora por dia em tons de pele mais escuros, por conta da diferença de melanina.Não é possível adquirir a vitamina D3 usando filtros solares ou através de janelas de vidros, e você deve estar com pelo menos 40% do corpo descoberto, assim como o melhor horário de exposição se dá dás 11 e às 14 horas, onde o sol está forte o suficiente para produzir vitamina D3 em boas quantidades.

 Em média 3 meses com esta prática são suficientes para um bom nível de resposta. Além do sol, a vitamina D3 pode ser encontrada em alimentos, como peixes e frutos do mar, porém em pouca quantidade. Cem gramas de salmão têm entre 100 e 250 UI de vitamina D. A gema do ovo tem 20 UI.

Em vários países, estudos têm apontado carência de vitamina D na população. O Institute of Medicine (IOM), que emite as recomendações dietéticas nos EUA e Canadá, sugere o consumo de 600 UI (Unidades Internacionais) de vitamina D por dia.

Um estudo publicado no periódico “Nutrients” argumenta que a recomendação deveria ser de 7000 UI. No Hospital Sírio-Libanês, o ginecologista Alexandre Pupo diz recomendar de 800 a 1000 UI às pacientes.

O Sol é bem mais eficiente: só cinco ou dez minutos de exposição, sem protetor, garantem cerca de 3000 UI. Ou seja, para ter carência de vitamina D, é preciso não tomar sol algum. Em países da Europa e em vários estados dos EUA o sol fica escondido a maior parte do ano, mas no Brasil isso não ocorre, ou seja, o sol esta presente.

Existem vários estudos que relacionam falta de vitamina D3 e casos graves de covid, assim como o trabalho do Dr Cicero Coimbra (neurologista) sobre a importância da vitamina D3 para o sistema imunológico e suplementação supervisionada com pesquisas de vários casos documentado no Protocolo Coimbra.

Que a vitamina/Hormônio D3 é fundamental para o sistema imunológico não há duvidas, o importante e sabermos que neste caso também precisamos do Magnésio, Zinco, vitamina C e muitos outros elementos além de mantermos os níveis de stress fora de perigo.

Uso de Máscara

Um excelente recurso que não esta sendo devidamente usado pelos governos e nem pela população, talvez por falta de uma campanha séria, através de todos os meios de comunicação, com respeito ao seu uso e à gravidade que a situação requer. E também um rigor muito maior por parte das leis para o cumprimento desta norma de segurança.

Desde o inicio da Covid que se fala sobre esse recurso, mas você sabia que ele pode chegar em até 95% de proteção!? Muito mais proteção do que uma vacina, do ponto de vista preventivo.

Antes da pandemia mutas fábricas de roupas já confeccionava blusas e outros produtos com íons de prata. Os íons impedem a proliferação de bactérias que causam odores provocados pelo suor e outras que provocam infecções cutâneas. Eles agem sobre estas bactérias neutralizando-as completamente. A prata tem ação Antimicrobiana e Fungicida. Com a Covid máscaras com tecido antivírus com filtragem similar a máscara N95 lavável, anatômica, com 3 camadas de proteção, com íons de Prata, passaram a ser fabricadas com a mesma tecnologia.

Um acessório indispensável em qualquer ocasião, no transporte publico (ônibus, metro), em comércios, supermercados, reunião na empresa, etc… Que mata o vírus em sua superfície e que deveria ser financiada e distribuída a população gratuitamente pelos Governos e Prefeituras, evitando constantes lockdown e prejuízos.

Todos nos precisamos usar máscaras de excelente qualidade, leve isso muito a sério em relação a você e sua família!

*Existem alguns estudos que consideram a glândula lagrimal um caminho para as narinas com pouca ou quase inexistente possibilidade de contagio. Recomendamos principalmente para pessoas que entram em contato pessoal com vários clientes, além do uso de máscara de excelente qualidade, o uso de protetor facial.

IRIDOLOGIA

Sistema Gastrointestinal e Estômago Hipo ácido

Sistema formado pelos seguintes órgãos: boca, faringe, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso e ânus. Trabalhando sempre juntos e em harmonia para absorver nutrientes e elimina toxinas do organismo. Quando esse sistema não esta bem, nossas defesas ficam enfraquecidas, por não ter forças suficiente ou por intoxicação.

O primeiro órgão desse Sistema e a Boca, e com a intenção de melhor higienizar muitas pessoas usam enxaguante bucal, que promete eliminar até 99% das bactérias. No entanto, o produto não faz distinção entre as bactérias necessárias à flora natural da boca e aquelas nocivas à saúde bucal. A grande maioria das bactérias orais, faz parte da microbiota natural da nossa boca, eliminá-las significa causar um desequilíbrio nessa flora bacteriana, o que pode trazer problemas, como infecções oportunistas. (Primeira porta desprotegida)    

A localização nas Divisões Concêntricas em Iridologia o Estômago cerca a pupila e logo em seguida está o Intestino, correspondendo respectivamente as áreas 1 e 2. O anel castanho escuro indica hipoatividade ou deficiência de produção de sucos gástricos, principalmente ácido clorídrico. De cada dez pessoas examinadas, uma apresenta hiperacidez e nove apresentam uma hipocloridria gástrica. Muitas pessoas sofrem de hipocloridria crônica e sentem o fogo da fermentação dos alimentos, devido a esta deficiência crônica de ácido clorídrico.

Estômago Hipo ácido com radii Solaris

ESTÔMAGO HIPO ÁCIDO: (Presença de um halo mais escuro na região do estômago). Produção insuficiente dos ácidos digestivos. Tem como consequência o retardo do transito digestivo e a má absorção das proteínas, e outros distúrbios, tais como: anemia, fraqueza muscular, etc.

Acredita-se que um anel castanho avermelhado indica “intoxicação dos nervos gástricos”, também chamado de “estômago nervoso”. Linhas irradiantes emanando do anel estomacal, que chegam até a área cerebral, indicam a possibilidade de dores de cabeça causadas por problemas gástricos (os radii Solaris). As toxinas se irradiam do trato gastrointestinal, são sinais de toxicidade e auto intoxicação orgânica. Isto significa que os subprodutos do material tóxico nos intestinos e cólon estão contaminando outras áreas do corpo.  

Há muito tempo atrás uma pessoa com constipação intestinal (prisão de ventre, onde ter uma frequência evacuatória menor que 3 evacuações por semana ) tinha que ser tratada imediatamente pois essa condição representa o enfraquecimento do sistema imunológico, uma porta aberta para qualquer doença. Um problema prevalente no mundo ocidental.

Hoje com a vida “moderna” não temos mais tempo de beber água ou muitas vezes não lembramos, temos uma dieta pobre em fibras, stress, emoções, sedentarismo e uso de vários medicamentos, podem fazer parte de uma lista para essa condição. No Brasil cerca de 67% das pessoas tem problemas Intestinais, com uma alimentação muito pobre em frutas e vegetais. 

Em minha clínica, tenho anamnese de clientes que apresentam esse quadro, e que como já convive à muito tempo com o problema, não relacionam com as queixas apresentadas.(dores de cabeça, enjoos, fraqueza, respiração inadequada, irritação na pele, gases, imunidade baixa, mau humor, etc.  

Faça um auto exame em sua Iris na frente do espelho, se preferir use uma lupa para melhor visualizar, observe se as regiões 1 e 2 são mais escuras do que o contexto de sua Iris, e se apresentam linhas escuras como raios de sol. Caso sinta dificuldade entre em contato que posso orientar, ou se preferir tire uma foto das iris direita e esquerda(não use a função flash do seu celular para não alterar as cores naturais da Iris) mande para Equilibrium através do nosso formulário ou WhatsApp, que posso indicar sua predisposição gastrointestinal gratuitamente.  (Iridologia Saber Mais)

Fitoterapia  

Chenopodium ambrosioides(Mastruz)

O popular mastruz é uma planta medicinal, também conhecida por erva de santa maria ou chá mexicano, que é muito utilizada na medicina tradicional para tratar vermes intestinais, má digestão e para fortalecer o sistema imunológico.

O mastruz pode ser comprado em alguns mercados ou em lojas de produtos naturais, na sua forma natural, como folhas secas ou sob a forma de óleo essencial. Por ser considerada uma planta que tem ação tóxica, principalmente quando usada em doses maiores do que as recomendadas ou por tempo prolongado, deve ser sempre utilizada com orientação de um fitoterapeuta, além de ser aconselhado o uso do chá das folhas, ao invés do óleo essencial, que possui maior concentração das substâncias potencialmente tóxicas.

De acordo com investigações feitas, o uso do extrato de mastruz parece ser capaz de regular a produção de algumas células importantes para a defesa do organismo, como os macrófagos e os linfócitos, fortalecendo o sistema imune.

A mistura das folhas de mastruz batidas com leite são muito utilizadas popularmente para ajudar no tratamento de doenças respiratórias, como bronquites e tuberculose, devido a associação dos efeitos fortificantes do sistema imune e expectorantes destas substâncias. A planta também ajuda no alívio de inflamações, principalmente de problemas articulares como a osteoartrite. Na má-digestão pois poderá ser capaz de aumentar a produção de suco gástrico.

Tanto o uso dos extratos de mastruz, como do óleo essencial, têm apresentado potente ação antimicrobiana, que é capaz de eliminar vários tipos de bactérias, vírus e fungos.

A forma mais comum de utilizar as propriedades do mastruz é com a infusão de suas folhas, preparando um chá:

Infusão de mastruz: 

Colocar 1 colher de sopa de folhas secas de mastruz numa xícara de água fervente e deixar repousar por 10 minutos. Depois coar e beber 1/2 ou 1 xícara inteira de manhã por 3 dias. 

Além da infusão, outra forma muito popular para o uso do mastruz é seu óleo essencial, no entanto, é importante que seu uso seja feito apenas sob orientação de um naturologista, fitoterapeuta ou um profissional de saúde com experiência no uso de plantas medicinais.

Possíveis efeitos colaterais(uso oral):

Os efeitos colaterais do mastruz incluem irritação na pele e mucosas, dor de cabeça, vômitos, náuseas, palpitações, danos no fígado ou nos rins, transtornos visuais e convulsões, caso seja usado em doses maiores do que as recomendadas ou por tempo maior que 3 dias seguidos. O mastruz é contra indicado no caso de gravidez, amamentação e em crianças com menos de 2 anos.

Artemisia annua e Covid

Artemisia annua(Camomila)

Pesquisadores da Universidade Columbia de Nova York, da Universidade de Washington e do Instituto Politécnico de Worcester, EUA, provaram que extrato fluido quente das folhas de Artemisia annua tem atividade antiviral contra o Sars-Cov-2, em condições laboratoriais, de acordo com o estudo publicado no banco de dados bioRxiv Os pesquisadores estudaram a atividade de extratos de sete espécies de Artemisia annua. . A atividade antiviral do extrato não depende de artemisinina e outros flavonoides, mas está ligada à amodiaquina, a substância usada para tratamento da malária que Artemisia annua também contém.

As substâncias da Artemisia suprimem a replicação do vírus Sars-Cov-2 depois de sua invasão na célula, dado que os experimentos mostraram que extratos da Artemisia possuem atividade antiviral mínima contra pseudovírus laboratoriais que contêm proteínas S do Sars-Cov-2, usadas pelo vírus para se ligar e invadir as células, conforme estudo.

“É o primeiro relatório sobre eficácia de extratos fluidos quentes da Artemisia contra o Sars-Cov-2. As pesquisas seguintes determinarão a eficácia in vivo para entender se é possível criar na base de Artemisia annua um medicamento para tratamento da covid-19”.

Os pesquisadores esperam que, se os testes clínicos seguintes tiverem sucesso, pó em cápsulas de folhas secas da Artemisia seria um medicamento barato e seguro contra o novo coronavírus e poderia ser usado em lugares onde é difícil organizar vacinação.

Declaração de interesses concorrentes: Os autores declararam não haver interesses concorrentes.

Todo ou parte de ser vivo natural ou material biológico, seja encontrado na natureza ou dela isolada, incluindo genomas, germoplasma e processos biológicos naturais, não pode ser patenteado. Por esse motivo sempre falta incentivos para pesquisas Naturais, que não atinge o respaldo científico. Não está comprovado porque falta mais pesquisas, e falta mais pesquisa porque não houve interesse. Isso é muito comum acontecer em todo estudo feito cientificamente com materiais natural. Mesmo aqueles estudos que alcançaram o respaldo cientifico, ficaram bem abaixo em numero de pesquisas feitas, quando comparados a estudos nas áreas de produtos patenteados.

Aromaterapia Óleos Essenciais

-Teste de alergia –

Aplicar uma gota sobre a pele (dobra do cotovelo) esperar 24 horas, não havendo reações alérgicas, significa que a essência pode ser usada. Se usar mais de uma essência dividir o número de gotas 

-Obs: Usar essências de revendedores confiáveis e misturar com óleos de amêndoas doce.- Você pode usá-las em difusores elétricos ou a vela- Aroma ambiental uma gota para cada m³ em difusor.

– Massagem – até 8 gotas para 50 ml de óleo vegetal Creme ou gel base sem fragrância (farmácia de manipulação) – Banho de banheira até 8 gotas em óleo vegetal – No chuveiro  – 3 gotas no chão do box.

Stress – lavanda, pau-rosa, laranja, tangerina, patchouli.

-Óleo de gergelim:

-Algumas terapias muito antigas como a Medicina Tradicional Chinesa e a Medicina Ayurveda, recomenda para proteção contra vírus, óleo de gergelim. Você pode aplicar um pouco no inicio de suas narinas com movimentos circulares. O Óleo de Gergelim possui fortes propriedades anti-inflamatórias e esse procedimento pode ajudar na proteção contra a Covid. O óleo de gergelim possui propriedades, como: Antioxidante, Hidratante natural, Antienvelhecimento,etc.

-Contra indicação ao óleo de gergelim (Uso Oral):

Se estiver fazendo uso de anticoagulante ou medicamentos para afinar o sangue, fale com seu médico ou nutricionista antes de fazer o uso do óleo de gergelim, pois ele auxilia a reduzir a pressão arterial e a afinar o sangue, e o uso combinado com esses medicamentos poderia ser perigoso.

Magnetismo e Stress

Esses campos são produzidos como resultado do acúmulo de cargas elétricas que todo corpo, aparelho e conexão eletrônica gera. Desde antenas de televisão e rádio, telefonia e até mesmo a tomada comum de parede, passando pelas máquinas de raio x, todos esses aparelhos eletrônicos geram algum tipo de campo magnético.

Na escola, aprendemos que o planeta Terra tem um campo eletromagnético natural em seus polos (norte-positivo/sul-negativo) que atua sobre tudo e todos que vivem no planeta. Estes seres vivos, por exemplo, os seres humanos, possuem seus próprios campos eletromagnéticos que são influenciados pelo campo eletromagnético da Terra, mas de uma forma equilibrada.

Só que os campos eletromagnéticos dos seres humanos são afetados negativamente por tensões eletromagnéticas artificiais, emitidas por aparelhos eletroeletrônicos criados pelo próprio homem. Quando o corpo humano é exposto por muito tempo a campos eletromagnéticos artificias, eles penetram em nossas células e alteram os processos celulares. Esta pessoa poderá ter uma série de problemas como: cansaço, estresse, dores etc.

Uma exposição contínua a campos eletromagnéticos artificiais com certeza irá afetar a energia vital, saúde, sexualidade, humor, nervos, emoções, mental e psicológico de uma pessoa. Você se sente cansado e estressado sem motivo aparente. No trabalho ou escola seu desempenho diminui. Dormir mal à noite ou acorda cansado depois de uma noite de sono. Está sempre com dores no corpo. Desmotivado, sem vontade para nada. Sempre está nervoso, agitado, preocupado.

O mais incrível de tudo, e que todo esse processo de intoxicação eletromagnética e invisível, e passa despercebido, enfraquecendo nosso sistema imunológico, porque fica de uma forma estática no seu corpo.

Existem várias terapias para fazer a limpeza desse tipo de intoxicação, mas o método mais tranquilo e que você não gasta nada, é simplesmente criar o hábito de andar descalço na terra. A terra tem esse poder de regeneração de nossa energia vital. E tudo o que está em contato direto a ela também, como: árvores, rochas, igarapés, praias, chuva, sol, mas lembre-se de estar descalço. No jardim do prédio, ou no quintal da sua casa, você poderá fazer esta limpeza e ter mais saúde energética.

Educação Física e Respiração

A respiração é uma ferramenta vital para o bom desempenho em atividades físicas. O ato de inspirar e expirar de maneira ritmada e consciente faz o oxigênio levar nutrientes para as células e auxilia a musculatura no momento dos exercícios. Por outro lado, o gás carbônico é liberado após o processo. Essa troca é de extrema importância para os músculos, que ganham mais resistência. Atividade física moderada aumenta a imunidade, ajudando no combate ao coronavírus.

Procurar orientações de um profissional de saúde(médico) para atividades físicas regulares(ex:caminhadas, academia, etc).

Os mecanismos de defesa do aparelho respiratório envolvem uma série de fatores que atuam na remoção de partículas inaladas e micro-organismos. A barreira mecânica é o primeiro mecanismo de defesa e, junto com o sistema imunológico, atua com o objetivo de proteger os pulmões contra as infecções. A respiração profunda e diafragmática acaba causando um efeito positivo ao sistema imune e fortalecendo todo o sistema respiratório.

Respiração Diafragmática

Conhecida ainda como respiração original,pois nascemos respirando desta forma, é só observar um bebê, ou uma criança com pouca idade. O tempo passa e com a vida moderna, ansiosa, sem percebermos desaprendemos a respirar corretamente. Qualquer animal, mesmo os domesticáveis como: gato,cachorro, conservam esta respiração por toda a vida.

Sentado confortavelmente, coloque uma mão no peito e a outra no abdome (na região logo abaixo do tórax, “boca do estomago”), respire profunda e suavemente, de forma que sua mão que está no peito não mexa, ou mexa levemente, enquanto que a mão que está no abdome possa acompanhar todo o movimento respiratório de inspirar e expirar. Respire sempre pelo nariz. Quando você inspirar há uma leve expansão na região diafragmática”boca do estômago”, as últimas costelas também chamadas de costelas flutuantes se abrem . Quando você expirar a região do diafragma voltará ao seu estado normal. Pratique 10 min pelo menos 4 vezes por semana.

OMS-Organização Mundial da Saúde e Japão

Organização Mundial da Saúde

A Organização Mundial da Saúde afirmou que a pandemia de coronavírus não será contida apenas com o uso de vacinas, afirmou que não há tempo para vacinar a todos, o vírus esta sendo mais rápido, precisamos adotar medidas sociais e de saúde publica. O correspondente @JamilChade traz informações direto de Genebra, na Suíça.

Japão

O Governo Japonês decidiu viver com o novo vírus. Ele anunciou o “novo modelo de vida”em uma estratégia denominada “San Mitsu”convocando as pessoas a se prepararem para seguir esse modelo por um longo período de tempo e aprender a conviver e a trabalhar com o vírus que esta à espreita.

No Japão, estamos usando uma abordagem diferente da que tem sido usada na maior parte do mundo”, afirma Hitoshi Oshitani, professor de virologia da Tohoku University School of Medicine, em entrevista à BBC News Mundo (serviço em espanhol da BBC).

Na maior parte do mundo, a estratégia tem sido tentar conter o coronavírus. Desde o início, não tínhamos esse objetivo. Optamos por algo diferente: decidimos aprender a conviver com esse vírus”, completa. Segundo Oshitani, para isso, “procuramos reduzir ao máximo a transmissão, mantendo as atividades sociais e econômicas.

Aceitamos que esse vírus é algo que não pode ser eliminado. Na verdade, a grande maioria das doenças infecciosas não pode ser eliminada, então entendemos que a melhor forma de combatê-lo era convivendo com ele.

Existem três pontos básicos

1- Evitar lugares com pouca ventilação

2- Evitar lugares com muitas pessoas

3- Evitar lugar fechado, onde as pessoas falam em voz alta

Considerações

O Equilibrium Protocolo Preventivo Covid, foi escrito para ajudar no combate a pandemia. Para mostrar algumas fomas de fortalecimento de nosso sistema imunológico, e tentar esclarecer erros no entendimento daquilo que seja a natureza do organismo. Não considero este trabalho terminado,pois todos os dias temos novas informações, que podem mudar a estratégia apresentada.

Caso você tenha dúvidas, ou saiba de alguma informação que considera importante para complementar este trabalho, entre em contato conosco.